O desafio a curto prazo é colossal e, por isso, cada Estado-Membro deve encarar realisticamente, etapa a etapa, este objetivo, contudo, a pobreza energética afeta aproximadamente 25 % da população portuguesa, o que faz com que esta situação tenha uma abordagem prioritária.

Leia a notícia aqui

Considerando que a pobreza energética é um problema muito relevante no contexto nacional, o CENSE-FCT/NOVA, a Coopérnico, a DECO, o OBSERVA/ICS-ULisboa, a Lisboa E-Nova, a RNAE, a S.ENERGIA e a associação ZERO juntaram-se para, em conjunto, submeterem um parecer com as preocupações comuns e partilha de conhecimento com o objetivo de melhorar a Estratégia apresentada.

Leia o artigo aqui

Calendário de Eventos

Seg. Ter. Qua. Qui. Sex. Sáb. Dom.
1
5
6
7
13
14