«O processo de discussão e auscultação pública da versão do PRR reflete a ambição e adequação das respostas aos constrangimentos e desafios de Portugal. Chegado o momento de conclusão dos trabalhos preparatórios, e antes do envio formal à Comissão Europeia, é novamente tempo de consultar a sociedade Portuguesa. Pela sua dimensão e relevância estratégica, pelo seu impacto estrutural e ambição, pelo seu simbolismo enquanto resposta conjunta da União Europeia a uma crise sem precedentes, o PRR deve ser o Plano de todos os Portugueses, dando resposta aos desafios que enfrentamos e que, em conjunto e com determinação, vamos superar.»

Termina a 01/03/21.

Verifique os prazos e condições de participação aqui:
https://www.consultalex.gov.pt/ConsultaPublica_Detail.aspx?Consulta_Id=183 

 

Tal como o nome sugere, trata-se de um material aparentemente resistente e com a possibilidade de ser semelhante a um vidro. Os investigadores da Universidade de Maryland publicaram recentemente um artigo na Science Advances sobre o tema, intitulado “Fabricação assistida por energia solar de madeira transparente padronizada em grande escala”.
Veja o artigo completo: https://pplware.sapo.pt/informacao/madeira-transparente-mais-eficiente-e-resistente-que-vidro/ 

A iniciativa chama-se ‘Porto Energy ElevatoR’ (PEER) e está alinhada com as principais políticas europeias e nacionais, bem como com as metas e requisitos definidos em documentos como o Plano Nacional Energia e Clima 2030, o Roteiro para a Neutralidade Carbónica 2050 ou a Estratégia de Longo Prazo para a Renovação de Edifícios, recentemente aprovada.

Ver artigo completo aqui:
https://www.ambientemagazine.com/agencia-de-energia-do-porto-lidera-projeto-europeu-para-combater-pobreza-energetica/ 

Decreto-Lei n.º 6-E/2021, que estabeleceu mecanismos de apoio no âmbito do estado de emergência, prevê duas medidas para a área da energia:

* O apoio extraordinário ao consumo de energia elétrica (artº 8º) para os consumidores que preencham as condições de elegibilidade da tarifa social de eletricidade, nos termos do disposto no Decreto -Lei n.º 138 -A/2010, de 28 de dezembro, na sua redação atual, beneficiam de um regime de apoio extraordinário que visa mitigar os efeitos decorrentes do acréscimo de consumo de energia elétrica motivado pelo confinamento geral. (ver diploma para condições completas)

* A dispensa da realização prévia de vistorias (artº 9º) de centros eletroprodutores e unidades de produção para autoconsumo a partir de fontes de energia renovável, até 1 MW de potência instalada, cujos procedimentos administrativos se encontrem pendentes, exclusivamente, da realização de vistoria ou inspeção podem provisoriamente iniciar a sua exploração e, quando aplicável, ligar-se à Rede Elétrica de Serviço Público (RESP), mediante apresentação de declaração de conformidade emitida pelo técnico responsável pela instalação. (ver diploma para condições completas)

Aceder ao link da DGEG com esta notícia:
https://www.dgeg.gov.pt/pt/destaques/medidas-de-apoio-na-area-da-energia/ 

Calendário de Eventos

Seg. Ter. Qua. Qui. Sex. Sáb. Dom.
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
24
27
28
29
30
31