Em 2018, cientistas calcularam que a construção em massa de centrais de energia solar no Saara, cobrindo boa parte do deserto com painéis fotovoltaicos, saciaria a necessidade mundial de energia e levaria a um aumento acentuado da chuva e da vegetação na região, salvando milhões de africanos. Recentemente, um outro grupo de investigadores concluiu que, a concretizarem-se, esses projetos faraónicos no Saara produzirão efeitos catastróficos noutras partes do globo.

Leia o artigo aqui

Pin It

Calendário de Eventos

Seg. Ter. Qua. Qui. Sex. Sáb. Dom.
1
5
6
7
13
14